XXI Domingo do Tempo Comum - 26 de agosto

25-08-2012 16:07

Fala, Senhor e não deixes de fazê-lo!

Ainda que as Tuas Palavras sejam duras

Ou, depois de escutá-las,

Sigamos o nosso caminho sem fazer caso.

Fala, Senhor, ainda que nos confundas

Porque a fé que não é exigente

Corre o risco de converter-se

Numa mescla que adorna mas que não alimenta

Porque a fé que não provoca

É doce ao paladar mas não tem transparência na vida.

 

Fala, Senhor!

E faz-nos mais confiantes,

Mais críticos de nós mesmos

E mais compreensivos com as actuações dos outros.

 

Fala, Senhor!

Ainda que a Tua Palavra nos desconcerte

Ainda que procuremos mil desculpas para nos afastar de Ti

Ainda que nos agarremos a mil justificações.

 

Fala, Senhor e não deixes de fazê-lo!

E, se é verdade que corremos o risco de deixar tudo

Olha-nos com olhar de irmão,

Toca-nos com a Tua mão protectora,

Alenta-nos com o Teu Espírito

E sacia-nos com o encanto da Eucaristia.

Ámen.